Alunos que se tornaram professores no Nepuga/FAPUGA

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Em alguns casos, a paixão pela Biomedicina Estética transcende a prática clínica, e se expande para o dom de ensinar. Esse é o caso de alguns professores do Nepuga/FAPUGA, que entraram na instituição como discentes, e se tornaram docentes na IES.

O Dr. Rodrigo Mello, Biomédico Esteta e docente no Nepuga/FAPUGA, conta sobre sua trajetória até aqui, “Eu estava desestimulado com a área. Já dava aulas, mas não estava feliz. Sabia de alguns ex-alunos meus que haviam ingressado na Estética, e que haviam cursado na Nepuga. Ao conversar com uma aluna, decidi tentar e me inscrevi no curso”, o professor conta que no início não possuía muitas expectativas, mas logo se viu apaixonado pela Biomedicina Estética, “Finalmente descobri com o que eu queria trabalhar”.

Anteriormente, o Dr. atuava na área acadêmica e cursava mestrado, mas ao migrar de área, se deparou com uma situação desafiadora, “Sempre trabalhei com pesquisa, então não estava acostumado a lidar com clientes neste sentido. Também descobri que precisaria estudar muito, pois a estética é muito mais difícil e exigente do que eu imaginei. Ao longo de todo o curso tive apoio dos ótimos professores e do ótimo conteúdo”, conta ele.

Unindo duas paixões: Biomedicina Estética e a docência

O especialista que já tinha apreço pela educação, conta que antes mesmo da Biomedicina Estética, atuava como docênte “Eu comecei a trabalhar com docência ao me tornar monitor de uma professora durante a graduação, e descobri que era algo apaixonante. Sou muito feliz e realizado sabendo que posso ensinar e ajudar os outros”.

Mas para conquistar a posição de docente no Nepuga/FAPUGA o Dr. Rodrigo Mello teve que se dedicar bastante, e aproveitar as oportunidades que surgiram. Ele relatou como foi esse processo:

“A história é um pouco engraçada. No meio da pós-graduação eu descobri o telefone da Dra. Ana, mandei uma mensagem me apresentando, citando minhas credenciais e informando meu interesse em ser professor do curso. Todo mês eu mandava uma mensagem para ela, reafirmando meu interesse. Mandei meu currículo oficialmente, também, para o Nepuga, conforme orientação da Dra. Alguns meses após me formar, recebi um e-mail me convidando para participar de uma seleção docente. Não hesitei. Fiz minhas malas, viajei para a cidade onde aconteceria a prova, e dei meu melhor”.

Compondo o quadro de especialistas da IES desde 2017, o Dr. Rodrigo teve a oportunidade de ministrar tanto aulas presenciais quanto aulas onlines, agora no ensino híbrido, e comenta sobre sua experiência, “Desde lá aprendi muito, cresci como pessoa e como profissional. Sempre digo aos meus alunos que muito do que sou hoje, devo a Nepuga: aos professores, aos funcionários, a Dra. Ana, ao curso”.

Dra. Stella Lobão conta sua história até a docência no Nepuga/FAPUGA

Uma das professoras mais antigas na casa, a Dra. Stella Lobão, foi aluna inicialmente dos cursos livres da Dra. Ana Carolina, e posteriormente realizou a pós-graduação em Biomedicina Estética

Assim como muitos profissionais que atuam na área de análises clínicas, a Dra. Stella se encontrou exausta com a rotina de plantões exaustivos e remuneração baixa. Após um dia de estresse, ela relata como se deparou com a área estética.

“Eu estava de saco cheio do trabalho no hospital, cheguei em casa estressada e comecei a procurar na internet novas opções de carreira na biomedicina. Foi assim que me deparei com o termo Biomedicina Estética, e os cursos livres  ministrados pela Dra. Ana Carolina Puga. Comecei a pesquisar a área que estava começando e logo me interessei”.

Mesmo morando em uma cidade vizinha a Clínica Acorporalle onde a Dra. Ana Carolina ministrava os cursos na época, a Dra. Stella reorganizou sua agenda de trabalho e se lançou em uma imersão de uma semana aprendendo os procedimentos da Biomedicina Estética.

Assim, em 2011 a Dra. Stella iniciou seu contato com a mãe de Biomedicina Estética, e formou uma parceria que dura até os dias de hoje. Percebendo o potencial da aluna, a Dra. Ana Carolina a convidou para estagiar com ela e ajudar na montagem dos equipamentos para os cursos.

Conhecendo cada vez mais as técnicas, com o passar do tempo a Dra. Stella passou a ser assistente da Dra. Ana Carolina e atender pacientes em sua clínica. “Eu já tinha conhecimento em vários procedimentos, principalmente com aparelhos, a estava começando a praticar injetáveis, então comecei a atender juntamente com a Dra. Ana Carolina, e também a dar algumas aulas em grupos pequenos dos cursos que aconteciam em outras cidades”.

A especialista que já possuía experiência como professora de cursos técnicos em análises clínicas, agora atuava com sua nova paixão: A Biomedicina Estética. Em 2013, a Dra. Stella Lobão iniciou na primeira turma de pós-graduação do Nepuga/FAPUGA em Ribeirão Preto. Após conquistar seu título de especialista, ela passou a fazer parte da docência da IES.

Atualmente, ela é uma das docentes mais respeitadas dentro da instituição, ocupando uma cadeira no setor pedagógico, e sendo o braço direito da Dra. Ana Carolina no que diz respeito ao ensino nas especializações.

Formar profissionais que façam a diferença no mercado, é um dos valores do Nepuga/FAPUGA, e hoje ter docentes que se formaram na instituição, apenas reforça o nosso compromisso em proporcionar uma educação de qualidade.

nepuga

Tenha acesso a todos os vídeos e conteúdos do nosso Curso Online

Matricule-se mais abaixo para continuar assistindo