Dra. Nathália Morais Claro: Biomedicina Estética!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

A Dra. Nathália de Morais, especialista em biomedicina estética, apresentou em seu projeto final da Pós-graduação em Biomedicina Estética um tema que aborda a grande tendência no setor.

A Dra. Nathália Morais Claro, possui graduação em Biomedicina pela Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP, é habilitada em Análises Clínicas e Pesquisa com ênfase em Microbiologia e recentemente pós-graduada em Biomedicina Estética pelo Nepuga/FAPUGA, na unidade de São José dos Campos-SP.

Concluindo sua pós graduação no ano de 2019 com excelência, ela garantiu notas de destaque e uma ótima colocação no mercado de trabalho. Atualmente, ocupa o cargo de Analista de Laboratório na empresa Golden Química do Brasil há 3 anos. 

Como trabalho de conclusão de curso, a Dra. Nathalia produziu uma monografia utilizando a técnica de revisão bibliográfica. O tema percorreu uma investigação sobre o envelhecimento cutâneo, sua fisiologia e consequências. Levando em consideração, as principais e mais indesejadas, características representadas facialmente como rugas, linhas de expressão, perda de volume tecidual, entre outros, “A pele é um dos maiores órgãos do corpo humano e recobre toda sua superfície. O envelhecimento da pele é um processo natural, progressivo e inevitável, influenciado por fatores intrínsecos e extrínsecos, onde ocorrem mudanças físicas, psicológicas e sociais ao longo do tempo”.

A Dra. complementa dissertando sobre os efeitos do envelhecimento na pele “O envelhecimento da pele facial é mais nítido pelo fato de o rosto ser exposto mais facilmente, além de ser a parte do corpo com o maior significado interpessoal e ser foco de atenção durante a comunicação. A pele é a primeira a ser desfavorecida com o envelhecimento, tendo como desvantagens, as alterações cutâneas provocadas pelo tempo.(2) Clinicamente é observado o aparecimento de rugas, flacidez, manchas, diminuição da capacidade de regeneração dos tecidos, perda do tônus muscular, aumento da fragilidade capilar e aspereza”. E complementa explicando sobre os procedimentos disponíveis:

“O envelhecimento cutâneo, apesar de ser algo natural, é um processo que cada  vez mais possui tratamentos e procedimentos para retardá-lo. A busca por  procedimentos estéticos, permanentes ou não permanentes, para alcançar um padrão  de beleza vem aumentando ao passar dos anos. Nesse contexto, um dos  procedimentos mais procurados é o preenchimento facial, por ser minimamente  invasivo, financeiramente acessível e mais rápido que uma cirurgia estética, além de  ser praticamente indolor”.

Através dessa perspectiva, a aluna aborda os tratamentos mais indicados, comparando a eficácia de cada substância: “O Ácido Hialurônico (AH) e a Hidroxiapatita de Cálcio (CaHA), que são  substâncias presentes no corpo humano, apresentam-se como ótimos preenchedores biocompatíveis e não permanentes utilizados para procedimentos de hidratação da  pele, volumização e até mesmo desenho do contorno facial”.

A aluna egressa ressalta que a grande procura por esse tipo de procedimento parte da mesma causa, “Nos dias atuais o processo  de envelhecimento influencia diretamente na crescente procura por procedimentos  estéticos, sobretudo faciais. O preenchimento injetável facial é um dos mais buscados  devido aos resultados rápidos e satisfatórios”.

Mas para pacientes que desejam se informar sobre o tema, ou estetas em busca de conhecimento na área, Natasha finaliza seu TCC com uma conclusão assertiva no estudo sobre a aplicabilidade das substâncias citadas:

“A CaHA apresentou resultados mais duradouros em relação ao AH pelo fato de  estimular a síntese de colágeno. No entanto, o AH possui vantagens em relação ao  tratamento de intercorrências com o uso da hialuronidase. Por fim, os dois preenchedores injetáveis são considerados satisfatórios e  seguros para o uso clínico, devendo-se atentar apenas para a qualidade dos produtos  e os cuidados de escolher um profissional habilitado e confiável para realizar o  procedimento”.

Confira o Trabalho de Conclusão de Curso da Dra. Nathália Morais Claro na íntegra!

: Claro, N. M. A utilização do ácido hialurônico e da hidroxiapatita de cálcio como preenchedores na biomedicina estética. Nepuga/FAPUGA. São José dos Campos, SP. 2019.

Leia também o case da Dra. Natasha Claro, falando sobre “A UTILIZAÇÃO DO ÁCIDO HIALURÔNICO E DA
HIDROXIAPATITA DE CÁLCIO COMO PREENCHEDORES NA BIOMEDICINA ESTÉTICA”.

 

 

nepuga

Tenha acesso a todos os vídeos e conteúdos do nosso Curso Online

Matricule-se mais abaixo para continuar assistindo