Biomedicina Estética: Tratamento de estrias com ácido hialurônico

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

“A literatura sobre este assunto ainda é escassa e por isso é preciso a elaboração de novos estudos que possam oferecer tratamentos mais efetivos, e assim podendo ser estabelecido um protocolo fidedigno”. 

Visando a conclusão do programa de pós-graduação em Biomedicina Estética, as alunas egressas Adriana Chaves, Bruna Caetano, Keila Kugnharski e Rafaela Menin, submeteram seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) à banca examinadora do Nepuga/FAPUGA.

O grupo formado por quatro biomédicas, se dedicou ao estudo do “Tratamento de estrias albas e rubras com aplicação de ácido hialurônico”. As pós-graduandas da unidade de Curitiba-PR, tiveram como objetivo fazer uma revisão bibliográfica para constatar a eficiência do ácido hialurônico nas estrias albas e rubras, através da intradermoterapia.

Obtendo nota máxima sob avaliação da IES, as discentes concluíram a especialização no ano de 2019, e conquistaram Destaque Acadêmico na biblioteca do Nepuga. Veja mais sobre as conclusões alcançadas pelas Biomédicas Estetas!

Tratamento de estrias

Sendo as estrias uma das patologias mais comuns da pele, o grupo se propôs a discorrer a epistemologia dessas lesões, “As estrias são apresentadas como lesões atróficas lineares paralelas. Esta alteração ocorre tanto em homens, quanto em mulheres. No início são vermelhas e após evoluem para nacaradas, quando se tornam esbranquiçadas. Por tratar-se de um processo de natureza estética, uma vez que não possui significado patológico ou alteração da função cutânea, causa baixa autoestima em alguns indivíduos, tornando-se um motivo de depressão”.

Já sobre a etiologia das estrias, alguns fatores são observados como os principais, “Os fatores que desencadeiam o aparecimento de estrias são: crescimento exacerbado, gestação, utilização de medicamentos a base de corticoides, variação brusca de peso e predisposição genética”.

Como dito, as estrias costumam causar desconforto estético em mulheres de diversas idades, por isso, o tratamento da patologia é amplamente estudado na área da estética avançada.

Biomedicina Estética - Rafaela Menin
Dra. Rafaela Menin

Ácido Hialurônico no tratamento de estrias

Mesmo com o avanço da estética, ainda não há estudos que comprovem um tratamento totalmente eficaz no desaparecimento total das estrias. No entanto, alguns trabalhos publicados têm demonstrado resultados satisfatórios com diferentes tipos de propriedades terapêuticas

O trabalho final do grupo usou como referencial teórico o relatório de um estudo clínico sobre o tratamento, “Levando isso em consideração, será realizada a aplicação de ácido hialurônico em diferentes regiões do corpo, acometidas por estrias albas ou rubras, acompanhadas de avaliação mensal para a obtenção dos resultados do tratamento através da intradermoterapia”.

Na área da estética avançada, o ácido hialurônico é conhecido como um excelente hidratante de uso cosmético, assim as especialistas ressaltam seu potencial como  preenchedor no tratamento de estrias. “É um mucopolissacarídeo encontrado nos tecidos e fluidos intracelulares. Possui propriedades de regular a água nos fluidos extracelulares, proteger de infecção, lubrificar e tem ação cicatrizante”. 

Concluindo o trabalho, as especialistas ressaltam que a intradermoterapia realizada com o ácido hialurônico tem resultados satisfatórios sobre as estrias albas e rubras. Mas alertam que existem fatores variáveis, “Não existe um número mínimo ou máximo de sessões a serem feitas, pois a quantidade de sessões realizadas varia de acordo com a evolução do tratamento. Os resultados obtidos vão depender de alguns fatores como, a cor da pele e a idade da paciente”.

Confira o Trabalho de Conclusão na íntegra!

: Chaves, A; Caetano, B; Kugnharski, K; Menin, R. Tratamento de estrias albas e rubras com aplicação de ácido hialurônico. Nepuga/Fapuga. Curitiba – PR.

nepuga

Tenha acesso a todos os vídeos e conteúdos do nosso Curso Online

Matricule-se mais abaixo para continuar assistindo