O momento certo para realizar o sonho de atuar na farmácia estética

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

“Fazer a pós em farmácia estética era um sonho meu de 5 anos atrás, mas como a minha escala no serviço era 6×1 eu não consegui fazer porque estava no modelo de aulas sábado e domingo a cada 15 dias”

 

Essa é a realidade de muitos profissionais e com a Dra. Gabriella Martins Albino não foi diferente. Formada desde 2012 pela UNIFENAS – Universidade Jose do Rosário Vellano, ela estagiou em laboratórios, mas trabalhou cerca de 9 anos no atendimento de drogarias na cidade de Poços de Caldas – MG. 

 

Entre a disponibilidade de horário e outras questões, o sonho de realizar a pós-graduação em farmácia estética teve que esperar para se concretizar. “Quando eu tomei a decisão de sair do meu emprego pra conseguir fazer a especialização, descobri que estava grávida e precisei suspender todos os meus sonhos pra lidar com isso, apesar de ser muito desejada, não foi uma gravidez planejada”, conta.

Mantendo seu emprego por conta da estabilidade, cada vez mais seu dia a dia parou de fazer sentido com seus propósitos de vida. Ela conta que além da cobrança intensa de vendas e metas, presenciou situações que a deixaram abalada.

 

 “Eu não aguentava ver uma mãe ter que escolher o remédio que ia comprar pra dar pro filho, de 3 ou 4 ela só levava um, então eu acabava comprando e dando os remédios, e no fim ainda tinha que tentar vender as vitaminas mesmo sabendo que a pessoa não tinha condições”, relembra.

Com a pandemia, a Dra. viu uma oportunidade para mudar de vida, exausta dos turnos puxados e já insatisfeita com a profissão, ela agarrou a oportunidade “Essas empresas que são grandes vão crescendo e esquecem do funcionário, veio a pandemia, minha filha ficou sem escola, e eu fui só me sobrecarregando, até que eu fiquei doente”.

 

A aluna egressa relata que passou por um momento de problemas com ansiedade e crise do pânico e precisou ficar afastada por 6 meses. “Então eu pensei: ou saio daqui e começo uma nova história, ou vou acabar piorando cada vez mais”, relembra.

O início na área da farmácia estética

A Dra. Gabriella afirma que a pandemia foi o estopim para a tomada de decisão, “Se isso não tivesse acontecido eu continuaria naquela vidinha sabe, mesmo que a vontade de empreender já vinha comigo há bastante tempo”. Dessa maneira, a transformação de sua vida começou.

 

Avaliando todas as possibilidades da área farmacêutica, ela escolheu a habilitação em estética como o início de uma nova carreira, “Dentro das opções que eu tinha, a estética é a que me daria a autonomia que eu queria”. Em 2020 ela deu início a sua pós-graduação já no modelo híbrido, e afirma que foi a melhor opção “É cansativo mas assim consigo passar mais tempo com a minha família”

Conciliando a carreira e a maternidade, a Dra. finalizou a sua pós graduação e segue cada vez mais apaixonada pela área, “Não tem como não se apaixonar pela estética, em 1 mês a gente consegue mudar a vida de uma pessoa melhorando autoestima dela”, afirma.

Desde que iniciou a especialização em farmácia estética, começou a reformar sua casa para abrir o seu próprio espaço, e hoje concretiza seu sonho no Espaço Gabriella Albino, onde oferece diversos procedimentos minimamente invasivos. “No último mês eu fechei o meu primeiro pacote de procedimentos faciais, nossa eu fiquei tão feliz, quase R$600 reais e a cliente passou no cartão na hora, eu fiquei pensando: nossa isso é completamente diferente do que eu fazia”

 

Realizada com seu negócio, ela conta sobre suas vivências na nova rotina, “Além do financeiro a gente cria um vínculo com esses pacientes, então a gente realiza o procedimento mas depois dá toda a assistência, e é leve, acho que isso é o mais gostoso desses atendimentos, bem diferente da cobrança que eu tinha nos meus trabalhos anteriores”.

nepuga

Tenha acesso a todos os vídeos e conteúdos do nosso Curso Online

Matricule-se mais abaixo para continuar assistindo